A

Acabou ontem à noite

Constantino Menino / António Mourão

Tudo acaba, tudo morre
Não pode o mundo parar
Acabou ontem à noite
A loucura de te amar

Muita vez a morte é vida
Depois de muito sofrer
Acabei com a loucura
Para voltar a viver

Libertei-me da maldade
Cantei, chorei e bebi
Abençoada loucura
Que me fez dono de mim

Quem me viu, chamou-me louco
E sorriu do meu cantar
Sem saber que em mim morria
A loucura de te amar










Sem comentários:

Enviar um comentário